Ambiente de trabalho pode fazer a diferença na hora de mudar de emprego

Fonte: MSN Notícias/Seu Dinheiro - 15/12/2005

É bastante natural a busca por novas oportunidades de trabalho. Os motivos são vários, entre eles a necessidade de uma remuneração maior, os benefícios oferecidos, o crescimento na carreira ou mesmo a incompatibilidade de objetivos.

São Paulo/SP - Entretanto, existe um quesito que pode fazer a diferença na hora de mudar: o ambiente. Deve-se levar em consideração que o trabalhador passa a maior parte do seu tempo dentro da empresa. Por isso, caso o local não seja dos melhores, ficará complicado lidar com a situação.

E você?
Pense no local onde trabalha: você se sente bem na empresa? Tem afinidade com o seu grupo ou mantém um relacionamento estritamente profissional?

Isto já pode ter lhe acontecido: caso se sinta satisfeito com o local de trabalho e com seu grupo, pensará muito para trocar de emprego. Mesmo que lhe apareçam opções melhores, você ficará muito em dúvida se deve ou não aceitar. Parece exagero, mas não é. Uma equipe unida faz a diferença!

Faça a sua parte
Além de um grupo harmonioso, o ambiente de trabalho é composto por outros itens: higiene, organização e uma estrutura bem montada entram nesta lista!

E, em todos os aspectos, a postura é fundamental. Cada funcionário precisa fazer sua parte para estabelecer boas condições de convivência. E isso lhe inclui, também, claro!

Aprender a trabalhar em grupo, respeitar os demais integrantes, saber ouvir e compreender as divergências são atitudes esperadas de um bom funcionário, somadas ao respeito pelo ambiente de trabalho.

Atenção a todas as áreas
O trabalhador passa a maior parte do seu dia na empresa, certo? Então, este é motivo suficiente para que zele pelo local.

Por exemplo: o fato de a empresa contar com um serviço eficiente de manutenção e limpeza não dá aos funcionários o direito de se acomodarem, achando que são melhores do que os outros a ponto de não precisarem se preocupar em manter o local limpo, organizado e com seus equipamentos funcionando.

O argumento "nada disso é meu" não se aplica: trata-se de um emprego, que oferece ao profissional condições para desempenhar seu trabalho. Está implícito em suas funções o zelo pelo que é utilizado.

O pensamento focado no coletivo é muito importante nesta hora e faz a diferença na postura profissional: a recepcionista não está e o telefone não pára de tocar? Que tal atendê-lo?

Observe-se!
Principalmente visando o crescimento profissional, é muito importante analisar constantemente a postura. Caso alguém se sinta insatisfeito com o seu emprego atual, queixando-se do ambiente de trabalho, é preciso avaliar o que tem feito para melhorar tudo isso.

Em muitos casos, o problema pode estar no funcionário, e não na empresa, e isto precisa ser identificado o quanto antes. Caso contrário, sua busca por um local melhor será constante, quando, na verdade, a crise está instalada dentro dele!

Guia Trabalhista | CLTRotinas Trabalhistas | CIPA | Empregado Doméstico | PPPAuditoria Trabalhista | Acidentes de Trabalho | Prevenção Riscos TrabalhistasPlanejamento de CarreiraTerceirização | RPSModelos de Contratos | Gestão de RHRecrutamento e Seleção Boletim | TemáticasPublicaçõesRevenda e Lucre | Condomínio | Livraria | ContabilidadeTributação