Guia Trabalhista


Tamanho do Texto + | Tamanho do texto -

FÉRIAS – ASPECTOS GERAIS


Férias é o período de descanso anual, que deve ser concedido ao empregado após o exercício de atividades por um ano, ou seja, por um período de 12 meses, período este denominado "aquisitivo".

 

As férias devem ser concedidas dentro dos 12 meses subsequentes à aquisição do direito, período este chamado de "concessivo".


DIREITO ÀS FÉRIAS

 

CRITÉRIO DE FALTAS A CONSIDERAR NA PROPORÇÃO DE FÉRIAS

 

As faltas não justificadas se computam individualmente, não se somando o desconto do DSR, nem se somam horas de atraso quebradas ou meio período.


PERDA DO DIREITO


Perderá o direito a férias o empregado que, no curso do período aquisitivo:

 

 - Deixar o emprego e não for readmitido dentro de 60 (sessenta) dias subsequentes à sua saída;

...............

ÉPOCA DA CONCESSÃO

 

CANCELAMENTO OU ADIANTAMENTO DE FÉRIAS

 

 EXCEÇÕES

 

O empregado estudante, menor de 18 (dezoito) anos, terá direito a fazer coincidir suas férias com as férias escolares.


Os membros de uma família, que trabalharem no mesmo estabelecimento ou empresa, terão direito a gozar férias no mesmo período, desde que não haja prejuízo para o serviço.


FRACIONAMENTO DO PERÍODO

 

FORMALIDADES PARA A CONCESSÃO

 

PRAZO PARA PAGAMENTO


O pagamento das férias, do adicional de 1/3 (um terço) constitucional e do abono pecuniário deverá ser feito até dois dias antes do início do período de férias. Neste momento, o empregado dará quitação do pagamento, em recibo, no qual deverão constar as datas de início e término do respectivo período.


ADIANTAMENTO DA 1ª PARCELA DO 13º SALÁRIO

 

 SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO

 

 PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DURANTE O PERÍODO DE FÉRIAS

 

 FÉRIAS E PARTO

 

FÉRIAS E DOENÇA

 

 FÉRIAS E AVISO PRÉVIO


O empregador deverá computar como tempo de serviço para efeito de férias o prazo do aviso prévio trabalhado e do indenizado, conforme determina o artigo 487, parágrafo 1º da CLT.


EMPREGADOS COM MENOS DE 12 MESES DE SERVIÇO 

 

O empregado só fará jus às férias após cada período completo de 12 meses de vigência do contrato de trabalho. Se o mesmo solicitar dispensa antes deste período, na rescisão contratual não receberá qualquer verba a título de férias, salvo Convenção ou Acordo Coletivo em contrário. 


CONTRATO DE TRABALHO SUSPENSO

 

Caso durante o período aquisitivo tenha ocorrido suspensão do contrato de trabalho (exemplo: concessão de licença não remunerada), o empregado não perde o direito às férias, pois o período de suspensão para a contagem. 

 

 PRESCRIÇÃO


Empregado Urbano e Rural

 

 Empregado Menor

 

PENALIDADES

 


 

Para obter a íntegra do presente tópico, atualizações, exemplos e jurisprudências, acesse  Férias – Aspectos Gerais no Guia Trabalhista On Line.

 

Conheça as obras:

 

Esta obra é um novo conceito a respeito de atualização profissional sobre férias e décimo terceiro salário. Material objetivo e repleto de exemplos, cálculos e com uma completa revisão sobre o assunto. Chega de dúvidas sobre  prazo, valores, legislação, recolhimento, INSS, FGTS e muito mais! Atualização do material garantida por 12 meses.  Direitos e Obrigações dos Trabalhadores e Empregadores em formato de Perguntas e Respostas. Coletânea de Conhecimento do Direito Trabalhista. Invista pouco e obtenha as principais respostas sobre questões trabalhistas. Clique aqui para mais informações.

Telefones:
São Paulo: (11) 3957-3197
Rio de Janeiro: (21) 3500-1372
Belo Horizonte: (31) 3956-0442
Curitiba: (41) 3512-5836
Porto Alegre: (51) 3181-0355
Whatsapp: (14) 99824-9869 Fale conosco pelo Whatsapp

Nosso horário de atendimento telefônico/fax é: de segundas às sextas-feiras, das 09:00 às 11:45h e das 13:15 às 17:45h (horário do Sudeste do Brasil).

Em nossa Central de Atendimento ao Cliente você encontrará outras formas de contato.