Guia Trabalhista


Tamanho do Texto + | Tamanho do texto -

ADICIONAL DE PERICULOSIDADE


O adicional de periculosidade é um valor devido ao empregado exposto a atividades periculosas, na forma da regulamentação aprovada pelo Ministério do Trabalho e Emprego.


Conforme dispõe o art. 193 da CLT são consideradas atividades ou operações perigosas, aquelas que, por sua natureza ou métodos de trabalho, impliquem risco acentuado em virtude de exposição permanente do trabalhador a:


Inflamáveis, explosivos ou energia elétrica;


Roubos ou outras espécies de violência física nas atividades profissionais de segurança pessoal ou patrimonial;


As atividades de trabalhador em motocicleta.


CARACTERIZAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO


A periculosidade é caracterizada por perícia a cargo de Engenheiro do Trabalho ou Médico do Trabalho, registrados no Ministério do Trabalho (MTE).


VALOR A SER PAGO



O valor do adicional de periculosidade será o salário do empregado acrescido de 30%, sem os acréscimos resultantes de gratificações, prêmios ou participações nos lucros da empresa.  


TRABALHADORES EM BOMBAS DE GASOLINA



 Os empregados que operam em bomba de gasolina têm direito ao adicional de periculosidade, conforme Súmula 39 do TST.


EXTINÇÃO DO DIREITO



O direito ao adicional de periculosidade não se trata de um direito adquirido, ou seja, o direito ao adicional cessará quando ocorrer à eliminação do risco à saúde ou integridade física do trabalhador.


Para maiores detalhes, exemplos de cálculos e jurisprudências, acesse Adicional de Periculosidade no Guia Trabalhista Online.

Telefones:
Curitiba: (41) 3512-5836
Whatsapp: (14) 99824-9869 Fale conosco pelo Whatsapp


Fale conosco pelo WhatsApp

Assine Já o Guia Trabalhista Online

Nosso horário de atendimento é de segundas às sextas-feiras, das 09:00 às 11:45h e das 13:15 às 17:45h (horário de Brasília).

Em nossa Central de Atendimento ao Cliente você encontrará outras formas de contato.