Guia Trabalhista


Tamanho do Texto + | Tamanho do texto -

 O QUE É TRABALHO EM DOMICÍLIO?


Trabalho em domicílio é aquele realizado na residência do trabalhador.


A fim de evitar tempo e custo com deslocamento entre residência-empresa-residência,  muitos empregadores acabam por contratar seus empregados para trabalhar em suas respectivas residências. 


RELAÇÃO DE EMPREGO

O art. 6º da CLT dispõe:

 

Não se distingue entre o trabalho realizado no estabelecimento do empregador, o executado no domicílio do empregado e o realizado a distância, desde que estejam caracterizados os pressupostos da relação de emprego.


SUBORDINAÇÃO

 

O fato do trabalhador prestar os serviços em domicilio e não estar sob o controle direto da empresa, não significa que o empregador não possa controlá-lo, pois pode fazer isso estabelecendo metas de produção, definindo material a ser utilizado e prazos para apresentação do produto acabado, caracterizando-se desta forma a subordinação hierárquica, um dos princípios básicos que o classifica como empregado.

 

VÍNCULO EMPREGATÍCIO

 

Caracterizado o vínculo empregatício, o trabalhador em domicílio terá os mesmos direitos trabalhistas e previdenciários de qualquer outro trabalhador. 

 

REMUNERAÇÃO


A remuneração estabelecida normalmente pode ser por tarefa ou peça (no caso de confecção, por exemplo), em que o empregador disponibiliza a matéria-prima e o trabalhador sua mão de obra.


DESCANSO SEMANAL REMUNERADO - DSR

 

O DSR será encontrado com o resultado da divisão da tarefa da semana por 6 (seis).

 

 

13º SALÁRIO


O 13º salário será encontrado através da média de produção considerando os meses de janeiro a novembro divididos por 11 (onze), já que geralmente não é possível a apuração da produção do mês de dezembro para incluir a média dos 12 meses.

 

 

FÉRIAS

 

Direito á férias normais de 30 dias, acrescidas do adicional de 1/3, inclusive poderá converter 1/3 das férias em abono pecuniário. As faltas no período poderão ser descontadas para apuração da quantidade de dias de férias, desde que o empregador tenha como comprovar tal fato.



TELETRABALHO



De acordo com o art. 75-B da CLT considera-se teletrabalho a prestação de serviços preponderantemente fora das dependências do empregador, com a utilização de tecnologias de informação e de comunicação que, por sua natureza, não se constituam como trabalho externo.


 

INCIDÊNCIAS, EXEMPLOS E OUTROS DETALHAMENTOS

 

Para maiores detalhamentos, acesse os seguintes tópicos no Guia Trabalhista Online:


Teletrabalho.

Trabalho em Domicílio


Revisado 10.02.21 (J)

Telefones:
Curitiba: (41) 3512-5836
Whatsapp: (14) 99824-9869 Fale conosco pelo Whatsapp


Fale conosco pelo WhatsApp

Assine Já o Guia Trabalhista Online

Nosso horário de atendimento é de segundas às sextas-feiras, das 09:00 às 11:45h e das 13:15 às 17:45h (horário de Brasília).

Em nossa Central de Atendimento ao Cliente você encontrará outras formas de contato.