Guia Trabalhista



Tamanho do Texto + | Tamanho do texto -

MEIOS UTILIZADOS NA COLETA DE DADOS DE UMA PESQUISA SALARIAL 


Sergio Ferreira Pantaleão 


A pesquisa salarial tem por objeto a investigação de dados como: salário, remuneração variável (bônus, PLR, comissões), adicionais como periculosidade, insalubridade ou adicional por tempo de serviço e outros que irão compor o “total em dinheiro” recebido pelo empregado.


Podem ser pesquisados, ainda, dados relativos a benefícios (assistência médica, odontologia, seguro de vida, refeição, etc.), que além de serem coletados de forma detalhada, buscando entender minuciosamente a prática das empresas, podem ser quantificados, compondo a “remuneração total”, ou seja, o “total em dinheiro” acrescido do quanto representam monetariamente na composição da remuneração os benefícios recebidos.


Antes de qualquer iniciativa para a coleta de dados, uma carta ou e-mail da Gerência de Recursos Humanos ou da Diretoria da empresa patrocinadora deve ser enviada às empresas participantes com o intuito de se ter a concordância e disponibilidade na participação da pesquisa salarial.


Nesta comunicação a empresa patrocinadora deverá garantir sigilo total nas informações prestadas pelas empresas participantes, além do compromisso de entregar o relatório final da tabulação dos dados coletados.


Para coletar as informações da pesquisa salarial precisamos montar um caderno de pesquisa que contenha algumas informações principais:


O principal e mais prático meio de coleta de dados é através do formulário ou questionário, pela facilidade do registro dos dados. Este formulário pode ser via impresso ou eletrônico.


Outras formas de coleta de dados poderão ser adotadas para complementar os registros contidos no formulário, como:


Para complementar a pesquisa salarial, podemos levantar outros dados além das informações sobre salários. São informações que servem para identificar a prática de benefícios e Políticas de Recursos Humanos adotadas pelas empresas pesquisadas.

Dentre as várias informações complementares podemos citar: 

 

 

Programas de Remuneração Variável;


Plano de Carreira;


Cursos de Idiomas;


Programa de avaliação de resultados ou de desempenho;


Participação nos lucros resultados;


Bolsa de estudos ou crédito educativo;


Incentivo a educação continuada;


Empréstimos pessoais;


Cesta básica;


Assistência médica;


Seguro de vida;


Assistência odontológica;


Transporte fornecido pela empresa;


Previdência privada;


Assistência farmacêutica;


Auxílio alimentação;


Auxilio creche ou babá;


Auxilio escolar para os filhos.

 
Trecho extraído da Obra Cargos e Salários utilizado com permissão do autor.


Sergio Ferreira Pantaleão é Advogado, Administrador, responsável técnico pelo Guia Trabalhista e autor de obras na área trabalhista e Previdenciária.

Atualizado em 28/06/2017


Passo a Passo para Implantação de Cargos e Salários! Exemplos e detalhamentos práticos - manual sem complicações! Invista pouco e tenha domínio sobre a gestão de cargos e salários! Clique aqui para mais informações.

Telefones:
São Paulo: (11) 3957-3197
Rio de Janeiro: (21) 3500-1372
Belo Horizonte: (31) 3956-0442
Curitiba: (41) 3512-5836
Porto Alegre: (51) 3181-0355
Whatsapp: (14) 99824-9869 Fale conosco pelo Whatsapp

Nosso horário de atendimento telefônico/fax é: de segundas às sextas-feiras, das 09:00 às 11:45h e das 13:15 às 17:45h (horário do Sudeste do Brasil).

Em nossa Central de Atendimento ao Cliente você encontrará outras formas de contato.