PAGAMENTO DE FÉRIAS EM DOBRO
 

O empregado faz jus ao pagamento das férias em dobro, quando elas forem concedidas após o término do período concessivo.

 

Esta dobra ocorre apenas em relação à remuneração. Assim o empregado goza 30 dias de descanso e recebe pecuniariamente 60 dias.

 

ABONO PECUNIÁRIO

 

O abono pecuniário também será devido em dobro no caso do pagamento das férias após o período concessivo.

 

TERÇO CONSTITUCIONAL

 

Além do pagamento das férias em dobro, o TST tem decidido que o terço constitucional deve ser calculado e pago sobre o valor dobrado das férias (veja julgado sobre o assunto). 

 

DETALHAMENTOS E ATUALIZAÇÕES

 

Para obter a íntegra do presente tópico, atualizações, exemplos e jurisprudências, acesse Férias em Dobro no Guia Trabalhista On Line.

 

 

Conheça as obras:

 

Passo a Passo para Cálculos de Valores e Verbas Trabalhistas! Exemplos e detalhamentos práticos para uma correta interpretação e cálculo. Invista pouco e tenha segurança em cálculos, evitando pagar verbas desnecessárias ou ser cobrado na justiça do trabalho por diferenças! Clique aqui para mais informações.     Manual eletrônico de conteúdo explicativo, contendo as principais rotinas do Departamento de Pessoal de acordo com a legislação trabalhista vigente!Atualização garantida por 12 meses! Clique aqui para mais informações.


Guia Trabalhista | CLTRotinas Trabalhistas | CIPA | PPPAuditoria Trabalhista | Prevenção Riscos TrabalhistasTerceirização | RPSIRF |  Modelos de Contratos | Gestão RHRecrutamento e Seleção | Segurança e Saúde | Cálculos Trabalhistas | Cargos e Salários | PLR | Direito Previdenciário | Departamento Pessoal | Direitos Trabalhistas | Boletim Trabalhista | Publicações TrabalhistasSimples Nacional | ContabilidadeTributação | Normas Legais | Publicações Jurídicas